A SONHADORA

Quadro de Gustave Klimt




Se puderes lembrar de como
bebestes o meu coração
e de todos os momentos em que
me possuístes tão somente pela doçura,
feche os olhos e permita
que os meus sorrisos pesem mais
do que o silêncio que nos afastou.

Porque eu aqui
estarei ouvindo a minha própria música,
aquela que me fez singular,
aquela que tocou a tua mais profunda pele
antes que eu me ferisse tanto 
com a violência do teu adeus.

E se ainda assim
sobrarem beijos no canto da tua boca
digas bem baixinho:
"são todos teus".




Karla Bardanza





Copyright © 2012 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana