ERA ASSIM

Alexander Shubin




era assim:
um olho todo meu,
o pé esquerdo do meu deus,
a palavra interdita,
a coisa quase,
a quase metade,
tudo que arde dentro
daquele quarto sem parede,
a sede,
a aproximação das nuvens,
o mundo todo,
todo o mundo.

__________________________________

isso foi-é apenas isso:
o silêncio do sonho,
a grande metáfora que nos une e separa,
o despertamento cedo
do agora
e eu...ah!
eu sou o nada
das horas.

Karla Bardanza




Copyright © 2013 Karla Bardanza Todos os direitos reservados Photobucket

Comentários

Postagens mais visitadas na última semana